A- A+

Hospital Alberto Urquiza Wanderley

Maternidade

Maternidade

O nascimento de um filho é um momento sublime, desejado pelelos pais e que exige atenção e dedicação. No entanto, para transformar esse momento especial em uma experiência única, é preciso cercar-se de cuidados especiais. A escolha da maternidade, por exemplo, é fundamental para a segurança do bebê e da mamãe.

O Hospital Alberto Urquiza Wanderley conta com a mais completa maternidade de João Pessoa, a única da rede privada da Capital que disponibiliza estrutura para tratamento intensivo, caso seja necessário, para a mãe através das Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Adulto. Além disso, a estrutura conta com a UTI Neonatal e a Unidade de Cuidado Intermediário Neonatal (Ucin), para o recém-nascido, em caso de necessidade.

Seguindo as tendências de atendimento humanizado, logo após o nascimento, o recém-nascido sadio fica com a mãe, na mesma acomodação, até a alta hospitalar. Este é um sistema que possibilita a prestação de todos os cuidados assistenciais - sob supervisão de uma equipe multiprofissional -, bem como a orientação à mãe sobre a saúde do binômio mãe-filho.

Todas as mães, sejam elas de primeira viagem ou não, recebem orientação para cuidar da criança nos primeiros dias. Banho, amamentação, troca de fralda, armazenagem e doação de leite excedente estão entre as abordagens.

Uma das técnicas repassadas é a do banho de ofurô. Ensinado às mães pelos profissionais de enfermagem, ele faz com que o bebê sinta-se protegido como no útero, facilitando uma “adaptação” mais rápida ao mundo que começa a conhecer.

 

O Hospital também dispõe de um Posto de Coleta de Leite Humano, por meio de uma parceria com o Banco de Leite do Estado Anita Cabral. Através desse serviço, técnicas em enfermagem realizam visitas nos apartamentos, orientando as mães sobre a amamentação, examinam as mamas e fazem ordenha mamária, quando necessário.

Tudo isso é pensando para que esse momento se transforme no que deve ser: uma experiência prazerosa.

ENXOVAL

É comum a futura mãe ter dúvidas sobre o que é necessário levar ao hospital quando for ganhar bebê. Para auxiliar os clientes, o Hospital Alberto Urquiza Wanderley preparou uma lista com o que não deve faltar no enxoval da mãe e do bebê. E atenção: a partir do sétimo mês, a mamãe deve levar o enxoval sempre que precisar ir ao hospital, mesmo que, aparentemente, não seja necessário.

Abaixo seguem algumas dicas do que levar na mala da mãe e do bebê:

Mamãe
- 4 camisolas abertas na frente com robes;
- 6 calcinhas;
- 2 cintas e/ou cintas calças (a critério médico);
- 2 sutiãs para amamentação e os protetores de mamas;
- 1 sandália confortável
- 1 roupa confortável para a alta hospitalar.

Importante!
Não esquecer o material de higiene pessoal: absorventes, sabonete, xampu, condicionador, lavanda, escova de dente, escova para cabelo e/ou pente, desodorante para o corpo, maquiagem, cremes hidratantes etc.

Bebê
- 6 conjuntinhos de roupas;
- 6 cueiros;
- 2 mantas;
- 2 pacotes de fraldas descartáveis;
- 6 pares de luvas e sapatinhos;
- 1 pente;
- 1 escova para cabelo.

Importante!
As roupas deverão ser preferencialmente de algodão, visando maior conforto para o recém-nascido. Não é necessário conter no enxoval do bebê material de higiene pessoal. Decorações de quartos e lembrancinhas ficam a critério e responsabilidade da família.