Unimed João Pessoa

Notícias

Leite humano pode ser doado no Hospital Alberto Urquiza; veja como

A- A+
Publicada em 05/01/2018 às 17h
O leite doado pode salvar vidas de crianças prematuras e de baixo peso: um ato de amorO leite doado pode salvar vidas de crianças prematuras e de baixo peso: um ato de amor

Doar é um ato de amor. E a doação de leite materno pode ajudar a salvar a vida de muitos recém-nascidos prematuros. Nos períodos festivos ou de feriados prolongados, no entanto, o número de doações de leite materno cai, reduzindo o estoque em todo o serviço de saúde.

Preocupado com essa baixa oferta de doação, o Hospital Alberto Urquiza Wanderley, recurso próprio da Unimed João Pessoa, disponibiliza um posto de coleta e uma equipe especializada para atender às mães doadoras, sejam elas clientes da Cooperativa ou não. O posto é vinculado ao Banco de Leite Anita Cabral, que integra a rede estadual de saúde, e atende toda a comunidade.

Esse leite coletado pela equipe da hospital beneficia não só recém-nascidos internados na UTI Neonatal ou na Unidade de Cuidados Intermediários Neonatal (Ucin) do hospital, mas também crianças que estejam em outras unidades hospitalares da Capital. Daí, a importância da doação do leite humano.

Localizado no 5º andar do hospital, o posto disponibiliza informações sobre a doação do leite e também sobre a amamentação. As mães que não estejam no hospital e tenham leite excedente e queiram doar, podem entrar em contato com o hospital pelos telefones 2106-0352 ou 2106-0393. É marcado um horário para a primeira visita à doadora, onde a equipe ensina como armazenar o leite em recipiente adequado, e semanalmente faz a coleta na casa da mulher.

CONSCIENTIZAÇÃO

Daysianne Pereira de Lira coleta o leite no posto do hospital diariamente para nutrir seus bebês, Davi e Luiza. Os gêmeos nasceram prematuramente em novembro e ainda estão na UTI Neonatal, pois precisam de cuidados especiais antes de irem para casa. “A gente só vê a importância da doação do leite materno quando passa uma situação dessa. Esse mundo do prematuro extremo, que precisa do leite materno para se fortalecer e sair da UTI, eu não conhecia", disse a mãe dos gêmeos. Em média, um prematuro consome oito litros de leite materno durante sua internação.

Além dos bebês prematuros, muitas mulheres têm dificuldade de produzir leite e precisam do alimento doado para suas crianças. Por isso, Daysianne fez um apelo às lactantes. "Peço que as mães que estão amamentando possam se sensibilizar e doar o leite pensando em crianças que precisam desse alimento por uma questão de sobrevivência. O leite materno tem tudo que é necessário para o bebê”, afirmou. 

SAIBA MAIS

Quem pode doar?
Qualquer mulher que amamenta é uma possível doadora de leite humano, basta estar saudável e não tomar nenhum medicamento que interfira na amamentação.

Quais as vantagens na doação?

• Manter a produção do leite

• Prevenir o ingurgitamento mamário e mastite

• Aliviar a sensação de mamas cheias

• Aliviar o gotejamento das mamas