A- A+

Artigos Médicos

Amanda Rosa Leal de Oliveira

Amanda Rosa Leal de Oliveira

CRM-PB: 5716 Especialidade: Clínica geral e gastroenterologista

Cuidados no verão

Publicada em 02/03/2018 às 14h29

O verão é a estação mais quente do ano, tornando um sinônimo de férias, viagens, praia, piscina e uma maior exposição ao sol. Nesse período, devemos consumir alimentos leves e ricos em água. Uma dieta equilibrada define-se por frutas, legumes, verduras, cereais e carnes magras. Alimentos gordurosos, como frituras, preparados com leite e ovos (maionese, molhos) e ingredientes crus devem ser avaliados com atenção, restringindo-os, quando consumidos fora de casa.

Como há uma perda maior de água pelo calor excessivo, necessitamos do consumo de líquidos em abundância, através da ingesta de dois a três litros de água por dia. Sucos industrializados, bebidas alcoólicas e refrigerantes não hidratam e são ricos em açúcares, sódio e substâncias químicas, como corantes e conservantes. Logo, para o bom funcionamento do organismo, devemos preferir sucos de fruta, água de coco ou a própria fruta.

Ter cuidado com a alimentação consumida no verão também pode prevenir doenças, como a intoxicação alimentar. As altas temperaturas dificultam a correta conservação dos alimentos e sua maior exposição em locais não usuais (praias...) favorece a proliferação de micro-organismos e a contaminação alimentar, com quadros de diarreia por toxinas até patologias mais graves, como gastroenterite aguda, de origem infecciosa.

A prática de atividade física torna-se mais um atrativo no verão. Essas atividades feitas próximas às refeições podem colaborar com uma digestão anormal e prejudicada, com ocorrência de náuseas, vômitos e mal-estar. Neste caso, preferir a prática de atividades físicas duas ou três horas após as refeições.

Os vestuários e acessórios possuem a sua importância nesta época. Escolher roupas leves, claras e optar por peças de 100% algodão ou com fator de proteção solar são alternativas contra a passagem da radiação. Bonés e chapéus de abas largas aumentam a área protegida do rosto e couro cabeludo, tornando-se boas opções no verão. Os óculos completam esses acessórios protegendo a retina contra radiação solar e a pele da região dos olhos. Atentar para óculos escuros de boa qualidade que protejam contra raios UVA/UVB.

Evitar ficar com roupas molhadas ou úmidas por longos períodos, além de manter secos o espaço entre os dedos e os ouvidos também contribuem para a prevenção de micoses e otites externas.

Com todos esses cuidados, a estação mais quente do ano fica ainda melhor.