A- A+

Artigos Médicos

Gustavo Rique Morais

Gustavo Rique Morais

CRM-PB: 6661 Especialidade: Cardiologia

Saúde do coração

Publicada em 22/09/2017 às 18h00

Com uma rotina de trabalho cada vez mais corrida e a consequente dificuldade de encontrar tempo para cuidar da saúde, o cidadão brasileiro tem se preocupado cada vez mais com casos de doenças do coração, principalmente, o infarto do miocárdio, que vem ocorrendo no nosso meio de maneira mais frequente e em pessoas cada vez mais jovens.

Portanto, algumas medidas devem ser adotadas para que os riscos de doenças cardíacas sejam menores. A mudança de estilo de vida com uma alimentação mais saudável, pobre em gorduras saturadas e carboidratos, preferindo uma dieta com frutas, verduras, peixes de água profunda (ex.: salmão), gorduras mono e poli-insaturadas. A prática de atividades físicas, pelo menos, de quatro a cinco vezes por semana, intercalando entre atividades aeróbicas e atividades para ganho de massa muscular, também traz grandes benefícios.

Evitar hábitos nocivos para o sistema cardiovascular como o tabagismo (cigarro), que é um importante fator de risco para infarto do miocárdio. Controlar a hipertensão arterial com dieta pobre em sal e uso adequado de medicamentos. Tratamento rigoroso do diabetes mellitus também é de grande importância na prevenção de doenças cardiovasculares. O colesterol ruim (LDL colesterol) deve ser controlado do mesmo modo, sendo avaliada pelo cardiologista a necessidade de uso de medicações ou controle apenas com dieta e atividade física. Evitar consumo excessivo de bebida alcoólica é outra medida importante.

Em suma, procurar um tempo para nossa saúde, com hábitos de vida mais saudáveis e tratamento adequado dos principais fatores de risco (hipertensão, diabetes, tabagismo, sedentarismo, colesterol alto), pode diminuir muito a chance de desenvolvimento de doenças do coração. Consultas periódicas ao seu cardiologista são de suma importância para realização de exames complementares e implementação de medidas preventivas.