A- A+

Artigos Médicos

Juliene Sá Dornelas

Juliene Sá Dornelas

CRM-PB: 6162 Especialidade: Ginecologia e Obstetrícia

Saúde da Mulher

Publicada em 03/03/2017 às 18h00

A Organização das Nações Unidas oficializou 8 de Março como o Dia Internacional da Mulher. Mais do que uma comemoração feminina, essa data tem por objetivo discutir o papel da mulher na sociedade atual. Durante esse mês, há campanhas por todo o Brasil estimulando o autocuidado e a saúde da mulher. Estar atenta aos sinais do seu organismo e manter hábitos de vida saudáveis podem ajudar tanto na prevenção primária quanto no diagnóstico precoce de doenças.

A visita ao médico ginecologista deve ser realizada ao menos uma vez por ano, caso não haja nenhum sintoma alarmante. Caso a mulher sinta desconfortos como reações adversas de anticoncepcionais, corrimentos, cólicas em excesso, dor durante as relações sexuais, entre outros, ela também deve procurar orientação médica.

É durante a consulta de rotina que o ginecologista conhece os antecedentes patológicos familiares da paciente, apresenta os métodos anticoncepcionais disponíveis, bem como realiza exames essenciais para a prevenção de doenças e cuidado da saúde sexual e reprodutiva da mulher. Os exames que podem ser realizados no consultório ginecológico são: toque vaginal, exame especular, exame clínico de mama e a citologia oncótica com o objetivo de identificar pacientes do grupo de risco para câncer de colo de útero. A colposcopia e vulvoscopia são realizadas em caso de alterações da citologia oncótica.

São exames complementares aqueles solicitados pelos médicos para confirmar o diagnóstico de uma doença. Há vários tipos de exames , como sangue, urina, mamografia, ultrassonografia de mama, ginecológica e obstétrica, entre outros.

A mamografia é o método mais recomendado para o diagnóstico precoce do câncer de mama. De alta sensibilidade, pode mostrar o câncer muito antes deste ser palpável. É o único exame que consegue detectar microcalcificações que, dependendo da forma e da distribuição, podem indicar a fase inicial de um câncer. Indicado para mulheres acima de 40 anos de idade.

Por volta dos 40, 50 anos da mulher, os hormônios femininos começam a ser produzidos em menor quantidade. O primeiro sintoma é a irregularidade menstrual, seguido de irritabilidade e insônia. A menopausa corresponde ao momento em que os ciclos menstruais cessam. Os famosos calores pelo corpo são os principais sintomas. A terapia de reposição hormonal é o tratamento mais utilizado para menopausa. No entanto, a abordagem deve ser individualizada para cada mulher, segundo orientação do seu ginecologista.