A- A+

Artigos Médicos

Luciana Cavalcante Trindade

Luciana Cavalcante Trindade

CRM-PB: 5151 Especialidade: Dermatologia

Você sabe o que é hanseníase?

Publicada em 26/01/2018 às 18h

A hanseníase, também conhecida como lepra, é causada por uma bactéria, transmitida de uma pessoa para outra através de atos simples como conversar, espirrar e tossir. Muitos pensam que a doença não existe mais! Porém, não apenas existe, como é comum no nosso país, incluindo várias cidades da Paraíba.

A cada mês de janeiro, ações são desenvolvidas por instituições ligadas à saúde com a finalidade de chamar atenção da população em relação à doença, e estimular o diagnóstico precoce. Recentemente, o conjunto dessas ações passou a ser denominado Janeiro Roxo.

E o que é necessário saber sobre a hanseníase?

Primeiro: desconfiar de manchas, caroços, placas, áreas “dormentes” da pele, que podem ser esbranquiçados, avermelhados, acastanhados, em poucas ou várias partes do corpo.

Segundo: a maioria das pessoas, mesmo sem saber, já entrou em contato com a bactéria, mas não desenvolve a doença porque tem defesa natural contra ela.

Terceiro: a doença tem tratamento e cura. Aqueles que são diagnosticados recebem comprimidos por alguns meses e ficam curados. O tratamento é gratuito, fornecido pelo Ministério da Saúde, e deve estar disponível nos postos de saúde de todos os municípios.

Quarto: o diagnóstico é feito, na grande maioria dos casos, através de uma avaliação da pele e de um teste de sensibilidade simples e indolor. E não ocorrerão sequelas, caso o diagnóstico tenha sido precoce.

Quinto: aqueles que estão com a hanseníase podem trabalhar e conviver normalmente com outras pessoas, não sendo necessário o afastamento de familiares, amigos ou colegas de trabalho.

Neste mês, todos são convidados a se informar sobre a hanseníase, assim como a examinar o próprio corpo na busca de alguma alteração de pele, de forma que os casos sejam descobertos, tratados e curados precoce e adequadamente.

Participe do Janeiro Roxo! E não esqueça: a hanseníase tem tratamento e tem cura.