Unimed João Pessoa

Notícias

Estabeleça metas reais que possam ser cumpridas ao longo do novo ano

A- A+
Publicada em 31/12/2019 às 07h
Invista em planos palpáveis para 2020 e comemore a chegada de mais um ciclo  com muito otimismoInvista em planos palpáveis para 2020 e comemore a chegada de mais um ciclo com muito otimismo

Todo início de ano é sempre uma oportunidade para refletir sobre o tempo que passou e aproveitar para planejar, fazer aquela lista de metas a serem cumpridas ao longo do próximo ano. Emagrecer, ter mais tempo para a família, pagar as dívidas, guardar dinheiro, começar uma atividade física, dar atenção à saúde, começar um curso, fazer aquela viagem de férias, trocar de emprego...

São tantas promessas que a chance de terminar 2020 frustrado por não conseguir realizar nem a metade pode ser grande. Para auxiliar a cumprir suas metas, tenha em mente que você precisa se organizar e fazer um bom planejamento. A começar, elegendo o que realmente é prioridade, o que pode ser feito a médio e longo prazos, além das estratégias que você precisará para alcançá-los.

A seguir, elaboramos algumas dicas que ajudarão a eleger o que realmente você quer – e pode mudar -, o que está ao seu alcance, ou seja, só depende de você para alcançar – e o que precisará esperar uma oportunidade para acontecer.

Faça uma lista: fazer uma lista de metas é muito importante do que se imagina. Ela ajuda a priorizar decisões e a estabelecer prazos. E vamos combinar, não existe sensação mais prazerosa do que riscar do papel uma meta por já tê-la cumprido. Dizem os especialistas que o cérebro trabalha muito melhor depois que visualiza as coisas. Então, guarde uma página da sua agenda do celular ou mesmo um caderno para anotar as coisas que você pretende realizar no próximo ano. Quanto mais detalhado e específico forem as metas, melhor. Por exemplo, quer começar a correr, quanto tempo do seu dia você dedicará ao treino, quantos dias da semana? Estipule também um prazo para que você esteja correndo alguns poucos quilômetros. Mas lembre-se de colocar no papel metas reais, que você sabe que poderá cumprir. Metas muito difíceis podem estressar, desestimular e ainda fazer com que você termine o ano frustrado por não conseguir alcançar.

Planejamento é tudo: depois de definir suas metas, organize a vida. Você não precisa criar uma planilha detalhada, mas um cronograma é importante para acompanhar o desenvolvimento de suas metas. Lembre-se, com essa organização, correr atrás do que você mais almeja será um estímulo a cada passo.

Mantenha o foco: não importa se as pessoas à sua volta acreditam ou não nas suas metas. Mas você precisa confiar. No fundo, nós somos nossos maiores obstáculos. Acredite em seu potencial, que você é capaz de chegar lá e trabalhe firme para que isso aconteça. Um ano bom não acontece por acaso, ele é resultado de nossos esforços. Enumere as prioridades e mantenha o foco em realizar primeiro o que for de maior importância. Realize sempre uma coisa por vez. Lembre-se, dedicação é fundamental para obter sucesso.

Mantenha a disciplina: organize sua rotina e esteja sempre de olho em suas metas, justamente para saber se está perdendo o foco ou se está caminhando rumo à realização delas. Se precisar ajustar algumas coisas no meio do caminho, tudo bem, mas não desista.

Seja persistente: dificuldades no caminho aparecerão e você precisa se manter firme. Fazer mudanças na vida não é uma tarefa fácil e as provas virão com o decorrer do tempo. Seja persistente. Monte estratégias e descubra as melhores formas para superar os desafios, mantendo suas metas sempre como principal objetivo.

Gerencie o seu tempo: conciliar tempo de trabalho com a vida pessoal é sempre uma tarefa complicada, ainda mais com uma rotina e agenda sempre apertadas. Mas é preciso aprender a gerenciar o seu tempo, deixando espaço também para as tarefas pessoais, o tempo de lazer dedicado a família e o tempo para você. Esse equilíbrio é de extrema importância para auxiliar a alcançar suas metas.

Seja mais otimista: com você mesmo e com as coisas que acontecem na sua vida e à sua volta. Esse sentimento auxiliará a ter uma outra percepção dos problemas do cotidiano. Sem contar que pode melhorar a sua capacidade de ver as coisas e a resolver problemas de forma mais simples e objetiva.

 

Fonte: Unimed do Brasil