Artigos Médicos

O adolescente e o tabagismo

Publicada em 23/08/2013 às 17h

Uma evidência gratificante dentro do tabagismo: os adultos estão largando o cigarro. Lastimável que os jovens, transitando na contramão da conscientização antitabágica, estejam colocando uma pedra no caminho das metas de redução mais consistente do consumo de cigarros.

A adolescência é o período em que a personalidade está sendo formada e sedimentada, um momento de grande fragilidade do jovem que a \"psicologia monetária\" da indústria tabageira conhece muito bem.

As publicidades associadas ao mundo esportivo, à aventura e liberdade estavam em perfeita sintonia com essa fragilidade do adolescente. Proibidas as publicidades, \"os produtores de doenças e mortes\" passaram a investir com mais vigor na adição de aromatizantes para tornar o sabor (terrível) do cigarro mais atrativo. Mentol, cravo (mais utilizados), canela, chocolate e cereja são os aditivos mais comuns. A intenção é extrair o gosto ruim da nicotina, disfarçar o cheiro desagradável, evitar o aspecto irritante do cigarro e atrair o jovem para uma armadilha que vai reduzir o fôlego dos meninos, tirar a beleza das meninas, comprometer a saúde de todos.

Os estudos disponíveis convergem para a realidade de que os jovens preferem os cigarros aromatizados. Outra evidência que constata a estratégia competente da indústria fumageira: de cada 10 novos fumantes, 9 estão inseridos no segmento etário de 12 a 19 anos.

Nesse 29 de agosto, Dia Nacional Sem Tabaco, a Associação Médica da Paraíba (AMPB), a Sociedade Paraibana de Pneumologia, a Secretaria e Saúde do Estado e Município, em parceria com outras entidades e instituição, como a Unimed JP, pretendem convidar pais, educadores e professores para debaterem uma realidade: o tabagismo não apenas retira o fôlego, a beleza e a saúde dos meninos e meninas; expõe também o jovem aos riscos de seguirem pelos caminhos tortuosos das drogas ilícitas.

Aquelas entidades, de mãos entrelaçadas com a Secretaria de Educação do Estado, devem promover na próxima quinta-feira um grande abraço à Lagoa do Parque Solon de Lucena com 2.500 estudantes da rede pública. A intenção é despertar no jovem a ideia de que o tabagismo não combina com beleza, interfere na prática esportiva e reduz a qualidade de vida.

 

Sebastião de Oliveira Costa

Sebastião de Oliveira Costa

CRM-PB: 1630

Especialidade: Pneumologia

Mais artigos de Sebastião de Oliveira Costa