A- A+

Blog da Saúde

Atividades do Jampa Saúde terão pausa nesta quinta e no sábado; veja

Publicada em 17/04/2019 às 07h
Atividades do Jampa Saúde terão pausa nesta quinta e no sábado; veja

O Jampa Saúde, projeto da Unimed João Pessoa que tem a finalidade incentivar as pessoas a praticarem atividades físicas e cuidar da saúde, terá uma pausa nesta quinta (18) e no sábado (20), devido ao feriado da Semana Santa. 

O projeto disponibiliza, gratuitamente, para toda a população treinamento funcional, zumba e serviços de saúde, na Praia do Cabo Branco, na altura da Avenida Beira-Rio. Mesmo quem não é cliente da Unimed João Pessoa pode participar.

Todas às terças e quintas (das 17h às 19h30) são realizados dois circuitos de treinamento funcional e uma turma de zumba. As aulas de zumba começam às 17h e vão até as 18h nesses dois dias. Aos sábados, são dois circuitos de treinamento funcional e os serviços de saúde, das 6h às 8h.

O Jampa é organizado pelo Setor de Promoção da Saúde da Unimed João Pessoa. Para saber mais sobre o projeto, acesse o Canal Viver Melhor no Portal Unimed JP. Se preferir, clique aqui.

Unimed JP cuida da saúde e da qualidade de vida dos seus clientes

Publicada em 10/04/2019 às 07h
Unimed JP cuida da saúde e da qualidade de vida dos seus clientes

A prática regular de atividade física, aliada a uma alimentação saudável, é um dos pilares para a manutenção da saúde, qualidade de vida e bem-estar. Quem não faz nenhum tipo de atividade está mais propenso a desenvolver problemas de saúde. Para manter o corpo sempre saudável, a autoestima elevada e a saúde em dia, praticar exercícios é muito importante.

Entre os principais benefícios, o cardiologista Fábio Almeida, médico cooperado da Unimed João Pessoa, destacou a manutenção do peso adequado, conservação dos níveis adequados de açúcar e gordura no sangue, redução da pressão arterial, combate ao estresse, ansiedade, prevenção da perda de massa muscular e óssea, entre outros. “Todos esses fatores contribuem para a redução do risco de doenças cardiovasculares”, complementa.

Segundo a Sociedade Americana de Medicina do Esporte, é considerada atividade física regular a realização de exercícios moderados por 30 minutos, durante cinco vezes por semana, ou atividades físicas intensas, durante 20 minutos, três vezes por semana, associadas a exercícios de força muscular duas vezes por semana. “Praticar atividade física, que é indicada até os 65 anos de idade, representa o mínimo necessário para sustentar boas condições de saúde”, salientou o médico.

ALERTA DA OMS

Para que uma pessoa seja considerada sedentária, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), ela precisa praticar menos de 150 minutos por semana de atividades de intensidade moderada ou menos de 75 minutos de exercícios intensos.

A pesquisa divulgada pela OMS considerou a evolução da taxa de inatividade física no Brasil de 2002 até 2016 e verificou que ela vem subindo a cada ano, acumulando uma alta de 15% no período. Este percentual vai na contramão da meta da organização, que é reduzir em 10% o nível de sedentarismo em todo o mundo até 2025.

EQUILÍBRIO

Mas, o que fazer para evitar o sedentarismo? Uma alternativa é procurar ajuda e participar de grupos que incentivam a prática de atividade física. Pensando nisso, a Unimed João Pessoa oferece dois projetos nesse sentido: o Grupo de Saúde em Educação Equilíbrio do Corpo, voltado exclusivamente para clientes da Cooperativa que estão acima do peso; e o Jampa Saúde, que é aberto a toda a comunidade e oferece, gratuitamente, treinamento funcional, aulas de zumba, na Praia do Cabo Branco, três vezes por semana (terças, quintas e sábado). Além disso, aos sábados também conta com serviço de saúde (verificação da pressão arterial, testes de IMC e glicemia).

Participar do Equilíbrio do Corpo foi a forma encontrada pelo enfermeiro do trabalho Oslyeudson dos Santos Batista, 37 anos, que ao apresentar picos de hipertensão, buscou ajuda da equipe da Unimed João Pessoa. Durante os encontros, clientes, cooperados, colaboradores e médicos recebem orientações sobre a importância de inserir atividades físicas e adotar hábitos saudáveis na sua rotina.

Com a ajuda do educador físico, Oslyeudson passou a incorporar, no mínimo quatro vezes por semana durante 30 minutos, exercício físico no seu dia a dia. “Minha saúde melhorou consideravelmente. Durmo melhor e tenho mais disposição. De um modo geral, minha qualidade de vida melhorou bastante”, enfatizou.

AR LIVRE

Para quem gosta de atividade física ao ar livre, o Jampa Saúde é uma boa opção. A aula de zumba realizada no Jampa Saúde foi a escolha da professora universitária, Luciana Menezes de Almeida, 36 anos, para ter mais saúde e qualidade de vida. Luciana tem fibromialgia e a prática de atividade física, juntamente com medicação específica, contribuiu para a diminuição de dores no corpo provocadas pela síndrome. “Desde a minha infância, a dança era a minha atividade preferida. Fazer as aulas de zumba me deixa mais feliz, realizada e diminui minhas dores musculares”, afirmou. Quer saber mais sobre o Grupo Equilíbrio do Peso e o Jampa Saúde? Acesse aqui.

 

Saiba como preservar a saúde dos rins através de uma alimentação saudável

Publicada em 03/04/2019 às 07h
Saiba como preservar a saúde dos rins através de uma alimentação saudável

Você já parou para pensar no quanto os nossos rins são importantes para a nossa saúde? Embora sejam pequenos, esses órgãos têm muito mais poder do que a gente imagina.

Não é à toa que os rins são conhecidos como os maiores filtros do nosso organismo: eles têm a capacidade de regular a pressão arterial, filtrar o sangue, eliminar as toxinas do corpo, controlar a quantidade de sal e de água do nosso organismo, produzir hormônios que previnem a anemia e doenças ósseas... Só por essas características, já deveríamos dar atenção a esses órgãos, para saber se estão funcionando bem.

FUGIR DAS COMPLICAÇÕES

De acordo com a Sociedade Brasileira de Nefrologia, uma em cada dez pessoas no mundo sofre com alguma doença renal, e anualmente, milhões de pessoas sofrem com complicações da Doença Renal Crônica (lesão nos rins). A DRC é silenciosa, ou seja, não apresenta sintomas em estágios iniciais ou são pouco específicos. Por isso, pode haver demora no diagnóstico e ele só acontecer quando os rins já estão bem comprometidos.

Para ajudar a prevenir doenças renais, você pode adotar medidas simples, a começar pela alimentação, mantendo-a saudável e trocando alimentos que prejudicam o funcionamento dos rins por outros que ajudem a limpá-los.

ALIMENTAÇÃO NATURAL

A prevenção de doenças renais pode estar mais perto do que você imagina — no seu prato, mais precisamente. De acordo com a Fundação Pró-Rim, verduras, legumes, grãos integrais, carne, peixe, frango e ovos estão na lista dos alimentos que ajudam a preservar os rins.

Além de uma alimentação saudável, a ingestão de líquidos — em especial a água  — ajuda os rins a trabalhar melhor. Quer saber se está ingerindo a quantidade ideal de líquidos? Observe a urina. Se ela estiver escura, é sinal de que é preciso aumentar o consumo de água.

ALIMENTOS PROCESSADOS

Alimentos processados: carnes processadas, como salsicha, linguiça e presunto, além de sucos em pó e biscoitos recheados. Segundo a Fundação Pró-Rim, esses alimentos perderam as características naturais e nutricionais e são ricos em açúcar, sódio e misturas químicas que melhoram o sabor e aumentam o tempo de conservação dos alimentos, mas sobrecarregam os rins.

Sódio: o consumo de sal está diretamente associado ao aumento da hipertensão, que sobrecarrega o funcionamento dos rins. Logo, ao controlar o sódio da alimentação e frear o consumo de alimentos industrializados, você pode prevenir a pressão alta e, de quebra, preservar os rins.


Açúcar: ele está presente em quase tudo, principalmente nos alimentos industrializados e não apenas no seu café adoçado ou na sua sobremesa. Além de levar à obesidade e ao desenvolvimento do diabetes, o açúcar ainda pode prejudicar o funcionamento dos vasos dos rins, do coração e do cérebro. Por isso, prefira o açúcar natural das frutas e evite o consumo de adoçantes artificiais que também podem sobrecarregar os rins.

Com informações da Unimed do Brasil

Saiba a importância de exercitar o cérebro diariamente; siga as dicas

Publicada em 27/03/2019 às 07h
Saiba a importância de exercitar o cérebro diariamente; siga as dicas

Se você perguntar para uma pessoa se ela já exercitou o corpo esta semana, a chance de a resposta ser positiva é grande. Mas e o cérebro, você sabe quão importante é exercitá-lo?

A verdade é que, muitas vezes, condicionamos o nosso cérebro a funções cada vez mais simples e repetitivas, que podem deixar a nossa massa cinzenta preguiçosa. Ou seja, no momento em que mais precisamos, temos aqueles chamados “brancos”, causados pelo baixo desempenho da memória. Com o tempo, se o cérebro não for exercitado com regularidade, sua capacidade produtiva pode diminuir e esses esquecimentos tendem a se intensificar.

Mas assim como a musculação auxilia os músculos na construção da massa magra, pesquisadores acreditam que seguir um estilo de vida saudável realizando exercícios cerebrais dentro de uma rotina também pode aumentar a reserva cognitiva do seu cérebro.

NEURÓBICA

Para combater os efeitos desse “sedentarismo mental” e manter a mente estimulada, a ginástica do cérebro tem até um nome: neuróbica. Trata-se de uma série de exercícios que estimula os cinco sentidos e melhora a capacidade de concentração, atenção e memória.

Para isso, você não precisa incluir mais atividades na sua rotina, mas usar de forma diferente o que já faz parte do seu dia a dia. O importante é mudar os hábitos recorrentes para fazer o cérebro trabalhar mais. Segundo especialistas, esses exercícios mantêm a capacidade mental em constante evolução, mesmo com o passar dos anos.
 

BOA NOITE DE SONO
 

Ah, e não se esqueça de garantir uma boa noite de sono. Estudos confirmam que, durante o sono, ocorre a consolidação da memória, em que o cérebro seleciona as informações que ficarão armazenadas ou não. Noites seguidas de pouco sono interferem na capacidade de retenção de novas informações. Também é importante evitar o consumo de álcool e drogas, que está associado ao aumento do risco de lesões na região do cérebro responsável pela capacidade de atenção, memória e decisão.

EXERCÍCIOS

O cérebro pode ser exercitado em passos simples durante o dia a dia. Os exercícios, geralmente, proporcionam surpresas ao cérebro, exigindo dele métodos diferentes de análise e realização da atividade. Confira:

  • Procure usar a mão oposta àquela que está acostumado

  • Troque de lugar alguns objetos que você usa sempre

  • Tome banho de olhos fechados. Assim, você vai usar o cérebro para lembrar onde está tudo: sabonete, xampu, condicionador, toalha
     

  • Faça cálculos manualmente. Você lembra a última vez que usou caneta e papel para fazer uma conta? Parece analógico demais, porém, fazer contas lembrando a famosa tabuada ou a regra de três estimula o cérebro

  • Altere o percurso feito de casa para o trabalho ou para a faculdade

 

Com informações da Unimed do Brasil

  • Mantenha o hábito da leitura. Os livros ativam a atividade cerebral, além de serem ótimos para estimular a imaginação

  • Tente andar pela casa de costas. Mas tome cuidado para não se machucar

  • Faça exercícios que estimulem o raciocínio lógico ou analítico, como palavras cruzadas, xadrez e jogo dos sete erros. Essas atividades despertam a motivação, fortalecem o interesse pelo aprendizado e a aquisição de novos conhecimentos.

Grupo 60+Feliz ganha comemoração de carnaval; veja como foi a folia

Publicada em 13/03/2019 às 15h
Grupo 60+Feliz ganha comemoração de carnaval; veja como foi a folia

Além de receber informações e realizar exercícios de postura e relaxamento, os participantes do Grupo de Educação em Saúde 60 + Feliz da Unimed João Pessoa tiveram uma tarde diferente na última terça-feira (12) no Viver Melhor, um local onde são feitas as atividades de promoção da saúde da Cooperativa. Eles ganharam uma comemoração de carnaval “fora de época”.
Com muita alegria e disposição, os integrantes se fantasiaram, dançaram e cantaram as famosas marchinhas de momo. A sala onde ocorrem os encontros estava toda ornamentada para a ocasião, cheia de adereços carnavalescos, dando o tom da festa.
Essa foi uma forma lúdica de estimular a movimentação do corpo, a interação entre eles, além de reforçar entre eles a alegria e entusiasmo pela vida. Confira abaixo, a opinião de alguns participantes do grupo sobre a atividade.

DEPOIMENTOS

Rivena Gondim, 60 anos – “Esse dia foi maravilhoso, porque recebi explanações sobre as mudanças que vão surgindo no nosso corpo quando envelhecemos e como podemos melhorar a postura. Tem gente que não valoriza essa oportunidade de aprender cada vez mais, porém, eu não falto a nenhum encontro. A comemoração do carnaval também foi muito alegre”.

Maria José dos Santos, 80 anos – “Foi muito boa essa reunião, gostei demais. Estava até com dor na coluna, mas passou. Aprendo muitas coisas importantes nos encontros e hoje falaram sobre como devemos andar corretamente e evitar acidentes. Sem falar da nossa festinha de carnaval. Dancei muito”.

Célia Maria Almeida dos Santos, 69 anos – “Me diverti bastante, pedi para minha filha me ajudar a me arrumar, coloquei esse enfeite pink na cabeça só para vir ao encontro de hoje. Porque a gente tem de se aceitar do jeito que somos e eu sou assim, alegre. Gosto de curtir a vida e me arrumar. Não quero tristeza perto de mim”.

SOBRE O GRUPO

Iniciativa do Setor de Promoção da Saúde da Cooperativa, o Grupo 60 + Feliz da Unimed JP é direcionado aos clientes e colaboradores da Cooperativa que têm 60 anos ou mais. A finalidade é promover mais saúde e qualidade de vida para esse público da terceira idade através de palestras, dinâmicas e atividades físicas. Os encontros são conduzidos por uma equipe interdisciplinar que conta com psicólogo, educador físico, fisioterapeuta, enfermeira e assistente social. Para saber mais sobre o grupo, CLIQUE AQUI.