A- A+

Artigos Médicos

Eveline Emília de Barros Dantas

Eveline Emília de Barros Dantas

CRM-PB: 5153 Especialidade: Geriatra e clínica

Aproveitando melhor o carnaval

Publicada em 09/02/2018 às 18h00

Durante o festejo carnavalesco, muitas vezes aguardado há meses, muitas pessoas exageram: nas bebidas alcoólicas, no sol, nas comidas, entre outros itens. Mas, é necessário atentar para cuidados básicos com a saúde antes, durante e após o feriadão.

Não esquecer de se hidratar bem: tomar muita água, sucos e ingerir alimentos ricos em água. Ao optar por ingerir bebida alcoólica, não cometer exageros e intercalar com copos de água. Isso ajuda a não desidratar e evita as chamadas “ressacas”.

Se a opção for praia, cuidar de se proteger dos raios ultravioletas UVA e UVB, preferindo a exposição solar antes das 10 horas da manhã e após as 15 horas. Evitar queimaduras solares utilizando protetor solar com fator de proteção igual ou superior a 30. Repassar o protetor na pele a cada três horas. Atenção redobrada com a pele de crianças e idosos. Utilizar sombreiros, chapéus, óculos de sol e também roupas com filtros UV. Se a intenção é aumentar a produção de vitamina D, a exposição solar não deve ultrapassar 15 minutos durante o horário tido como mais perigoso e sem o uso de protetor solar.

Alimentos leves são os mais indicados para o verão. Durante o carnaval, surgem muitas opções de petiscos, lanches e alimentos ricos em gordura. Provar um pouco de cada opção pode levar a uma sobrecarga na capacidade de digestão e o fim de semana acabar prematuramente com quadros de diarreia ou vômitos. Outros cuidados: alimentar-se a cada três horas, evitando frituras e guloseimas; ingerir frutas e verduras frescas; observar a origem dos alimentos consumidos, se eles foram bem conservados e não ficaram muito tempo expostos ao sol ou poeira da rua.

Se a intenção for dançar muito e aproveitar o carnaval com toda folia que ele oferece, é preciso recarregar as energias com boas horas de sono, reservar um tempo na agenda festiva para o repouso e, com isso, não prejudicar a imunidade, a atenção ou até mesmo o humor. Procurar um ambiente com pouca luz, sem barulho e buscar oito horas de sono por dia.

Por fim, não transformar um feriado tão esperado em arrependimento para o resto da vida. Utilizar preservativos nas relações sexuais. Carnaval não deve ser sinônimo de irresponsabilidade. Ninguém deve descuidar de si e nem dos outros e só a alegria deve prevalecer. Um ótimo feriado a todos.