A- A+

Artigos Médicos

Gustavo de Moura Peixoto

Gustavo de Moura Peixoto

CRM-PB: CRM-PB 9544 Especialidade: Anestesiologista

Fibromialgia: como conviver com a doença?

Publicada em 11/10/2019 às 18h

A fibromialgia é uma síndrome caracterizada por dor crônica em várias partes do corpo, principalmente em músculos, tendões e articulações ou juntas. Está associada à fadiga ou cansaço intenso, problemas cognitivos e de memória e alterações no sono.

O tratamento deve ser multidisciplinar e abordar o indivíduo em sua integralidade. Além da terapia medicamentosa, diversas medidas contribuem para melhor controle e convívio com a doença. A prática de atividade física e de exercícios de baixo impacto é fundamental em pacientes com fibromialgia, pois ajuda a relaxar a musculatura e propicia a liberação de diversas substâncias relacionadas ao bem-estar. Mantenha um programa regular de exercícios físicos, como uma caminhada pela manhã, buscando sempre ambientes calmos e com pouco barulho. 

A fisioterapia contribui para liberar os pontos de tensão (ou tender points), através da adoção de técnicas específicas. Procure sempre manter um cuidado com a postura correta e evite pegar objetos muito pesados. Busque sempre uma posição confortável em casa e no seu trabalho. Além disso, o paciente deve desenvolver métodos de combate ao stress, aprendendo a lidar com a ansiedade e depressão, tão frequentes nesta doença, bem como buscar o auxílio de profissionais da saúde mental, como o psiquiatra e o psicólogo.

Procure estabelecer uma rotina de atividades diárias e dê preferência a uma alimentação saudável, evitando o consumo de alimentos industrializados. Tão importante quanto tratar a dor, é compreender que os diversos sintomas associados à fibromialgia, como a fadiga intensa e distúrbios do sono, também devem ser tratados. Conviver com a fibromialgia não é fácil e exige muito esforço do paciente, mas, assim como em outras dores crônicas, prevenir é sempre o melhor remédio.