A- A+

Artigos Médicos

Larissa Barbosa de Carvalho

Larissa Barbosa de Carvalho

CRM-PB: 6022 Especialidade: Dermatologia

Micose no verão: não! Sim, podemos aproveitar a estação mais quente do ano livres desses "oportunistas"!

Publicada em 06/03/2020 às 18h

Micoses são infecções causadas por fungos que atingem a pele, as unhas e os cabelos e são frequentes nesta época do ano, quando existem condições ideais de calor e umidade, necessárias para o desenvolvimento desses germes. Existem vários tipos e, de acordo com o fungo e região da pele afetada, essas doenças podem se manifestar como manchas brancas ou vermelhas, que podem descamar e coçar; feridas no couro cabeludo podendo apresentar áreas sem cabelos e até mesmo unhas frágeis, esbranquiçadas e espessas. 
Em geral, como se trata de germes oportunistas, existem situações que favorecem seu desenvolvimento, como baixa da imunidade, uso prolongado de antibióticos, diabetes e situações de umidade e calor. 
Adotar hábitos saudáveis de higiene é medida fundamental para prevenção das micoses. Seguem algumas dicas: usar somente o próprio material ao ir à manicure; secar-se sempre muito bem após o banho, principalmente nas dobras, como as axilas, as virilhas e os dedos dos pés; evitar o contato prolongado com água e sabão; evitar andar descalço em locais que sempre estão úmidos, como vestiários, saunas e lava-pés de piscinas; não ficar com roupas molhadas por muito tempo; não compartilhar toalhas, roupas, escovas de cabelo e bonés, pois esses objetos podem transmitir doenças; não usar calçados fechados por longos períodos e optar pelos mais largos e ventilados; evitar roupas muito quentes e justas e aquelas feitas em tecidos sintéticos, pois não absorvem o suor, prejudicando a transpiração da pele.
Mas, atenção! Na suspeita de micose deve-se procurar auxílio médico. Os médicos dermatologistas possuem treinamento especializado para diagnosticar e tratar as micoses e assim deixar sua pele livre desses oportunistas e plena para aproveitar a estação mais quente do ano.