Artigos Médicos

Lei Antifumo

Publicada em 23/01/2015 às 17h

Errou quem acreditava que a redução do número de fumantes está centrada nos programas de cessação de tabagismo. No ranking de produzir maior impacto no consumo de cigarros, o aumento dos preços fica disparado em primeiro lugar. A medalha de prata vai para as políticas de ambientes livres do cigarro. E é aqui onde participa a conscientização da população, no sentido de cobrar o cumprimento das leis de proteção ao não fumante.

A sociedade brasileira, ao longo dos últimos 25 anos, veio gradativamente absorvendo uma nova mentalidade em relação ao cigarro. Fumar passou de charmoso e elegante a atitude nociva e antissocial. A rigor, essa reversão de mentalidade do brasileiro, determinada pelos programas públicos de controle do tabagismo, é a grande responsável pela redução progressiva e consistente do consumo de cigarros em nosso país.

Foi dentro desse contexto que a Aliança de Controle do Tabagismo/BR idealizou uma campanha nacional baseada em grafitagem de paredes para divulgar uma logomarca relacionada à Lei Antifumo. O objetivo é fortalecer a adesão da mídia e, por tabela, da sociedade no sentido de popularizar a lei federal 12.546, sancionada em dezembro passado, e que proíbe o uso de cigarros em ambientes fechados públicos e privados em todo o território nacional.

No nosso Estado, o Comitê de Tabagismo da Associação Médica da Paraíba (AMPB), em parceria com a Secretaria de Saúde do Estado e do Município e a participação da Sociedade Paraibano de Pneumologia e Tisiologia (SPPT), Unimed, Agevisa, CRM, Funasa e Secretaria de Educação do Estado estarão desenvolvendo esse trabalho de grafitagem (30 de janeiro) no Terminal Rodoviário de Integração de João Pessoa, no muro da Secretaria da Saúde do município e no Ponto de Cem Réis, aliado a várias atividades educativas com distribuição de material informativo à população.

A ideia é fortalecer e consolidar dentro da sociedade o pensamento de que todo cidadão tem o direito de respirar ar puro, livre da nocividade das substâncias contidas na fumaça do cigarro.

Sebastião de Oliveira Costa

Sebastião de Oliveira Costa

CRM-PB: 1630

Especialidade: Pneumologia

Mais artigos de Sebastião de Oliveira Costa